terça-feira, 9 de maio de 2017

Minha Querida Sputnik, de Haruki Murakami

Minha Querida SputnikAutor: Haruki Murakami
Título Original: 
Suputoniku no Koibito
Editora: Alfaguara
É bom?: ★★★★ 
Páginas: 232

Sinopse: 
O livro conta a história de Sumire, uma jovem de 22 anos que se apaixona pela primeira vez. Uma paixão avassaladora que tem como alvo Miu, uma mulher casada e 17 anos mais velha. Mas, enquanto Miu é uma mulher glamourosa e bem-sucedida negociante de vinhos, Sumire é uma aspirante a escritora que se veste e se comporta como um personagem de Jack Kerouc mas que, em nome do desejo, é obrigada a dar outro rumo a sua trajetória.







Aviso: esse é o primeiro o único livro do Murakami que li até o momento, então não espere uma resenha comparando este livro com outras obras do autor. Digo isso pois li muitas resenhas de várias pessoas dizendo que esse livro é parecido demais com outras publicações anteriores, e dizendo que o livro é o mais fraco dele, mas como essa foi minha primeira experiência, vou simplesmente dizer o que achei do livro como unidade.

Minha Querida Sputnik conta a história de Sumire, através dos olhos de um protagonista sem nome, um professor do ensino fundamental que estudou com Sumire na faculdade e mantém uma amizade próxima com ela. Enfim, nosso narrador conta, da pura perspectiva de expectador nada imparcial, a primeira aventura amorosa de sua amiga. Nosso narrador nos revela logo de início que sempre foi atraído sexualmente por Sumire, mas suas investidas frustradas ganham sentido quando ele descobre que Sumire é apaixonada por nada mais, nada menos que uma mulher.


Vi essa coleção dos livros do autor e me apaixonei, quero todos!
Mas ser lésbica não é a única característica que define Sumire, e nem chega a ser uma das mais interessantes. Sumire é filha de um pai viúvo, tem um irmão mais novo e sua maior motivação na vida sempre foi ser romancista. Ela escreve muito, e escreve todos os dias, mas até hoje não acredita ter escrito nada de interessante. Ela é, no geral, uma pessoa muito excêntrica.

O fato é que, numa festa organizada pelo seu pai, Sumire conhece uma mulher mais velha, uma empresária, chamada Miu. Miu é uma mulher muito bonita a inteligente, e Sumire logo se apaixona. Sem saber disso, Miu convida Sumire para ser sua secretária pessoal, e as duas se aproximam com o tempo. 
"Estamos ambos olhando para a mesma lua, no mesmo mundo".
Num belo dia, Sumire e Miu viajam juntas para a Europa, e nosso protagonista é acordado numa madrugada por Miu, por telefone, que diz que ele precisa sair do Japão e ir para a Grécia imediatamente, pois Sumire desapareceu. A partir daqui, tretas.

O livro não foi nada como imaginei que seria. Eu imaginava um romance lésbico, mas fui surpreendida com a narrativa de um homem de fora do casal principal. Esperava um livro sobre auto descoberta sexual, mas fui recebida por um mistério. Esperava um livro com uma história desse mundo, mas essa definitivamente veio de outro. E eu gostei dessas surpresas, que tornaram o livro muito especial e único.

Um bingo de elementos encontrados nos livros do Murakami. Identifiquei os seguintes nesse romance: mysterious woman, something vanishing, feeling of being followed, unexpected phone call, urban ennui, precocious teenager, parallel worlds, weird sex e unusual name. Terei essa imagem em mente ao ler outros livros dele.
O melhor do livro, para mim, foi a narrativa do autor. Claro que as personagens são bem construídas, e os diálogos são todos interessantíssimos, e o plot em si é diferente de tudo o que já li, mas a narrativa do autor era quase como se fosse poesia em forma de prosa. Tudo o que ele escreve é fácil de ler, mas não necessariamente fácil de digerir. Ele não tem medo de utilizar palavras sexuais, de usar palavras fortes, e com frequência parece saber quais são as melhores palavras para cada situação.

Não quero falar mais do que isso, pois esse livro me surpreendeu muito e eu espero que outras pessoas também tenham essa experiência. O livro é muito bom, principalmente por ter sido meu primeiro contato com o autor, e eu o recomendo a todos que tenham curiosidade de conhecer o Murakami por uma obra mais curta. 

Resultado de imagem para haruki murakami running
Além de romancista, Murakami é um corredor. Ele é muito fitness.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, ser (in)humano! Tudo bão?
Então, seje feliz e comente o que quiser! Só não vale ser preconceituoso, postar conteúdo indevido ou me encher de spam (eu tenho lotes para capinar, sabia?).
Caso tenha alguma pergunta sobre o post, pode comentar que eu responderei dentro de 24 horas. Mas, se quiser, pode me mandar um e-mail! Meu endereço é: nlbrustolin@hotmail.com
Divirta-se =D